Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Quase meio milhão de paulistas aderem a planos de saúde em um ano

NAB

Quase meio milhão de paulistas aderem a planos de saúde em um ano

Maio 2022
Salvar aos favoritos Compartilhar

Análise do IESS aponta que aumento dos beneficiários nos planos coletivos empresariais acompanha a alta no número de trabalhadores formais


Nos últimos dois anos, o número de beneficiários inseridos em planos médico-hospitalares acumula registros consecutivos de alta no País e, em fevereiro deste ano, atingiu a marca de 49 milhões de vínculos. O maior crescimento em números absolutos, no entanto, entre fevereiro de 2021 e fevereiro deste ano, ocorreu no estado de São Paulo, que teve um acréscimo de 472 mil beneficiários (alta de 2,7%), aponta Análise Especial da Nota de Acompanhamento de Beneficiários (NAB) nº 68, desenvolvida pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS).

São Paulo possui relevância e números expressivos em relação a outras regiões. Em fevereiro do ano passado, eram 17,2 milhões de vínculos e saltou para 17,7 milhões no mesmo mês de 2022, sendo que a capital paulista foi a que mais teve ganho em número de beneficiários (102 mil) e crescimento em todas as faixas etárias. A taxa de cobertura dos planos no estado é a maior do País (38%).

O estudo mostra que o tipo de contratação que mais cresceu no período foi o coletivo empresarial (4,9%), com acréscimo de 597 mil vínculos no estado – eram 12,2 milhões em fevereiro de 2021, e alcançou 12,8 milhões em fevereiro deste ano – representando a maioria do total de beneficiários (72,3%). A modalidade tende a acompanhar o número de trabalhadores formais com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que também teve registro de alta, em São Paulo, com saldo de 756 mil empregos formais no período de 12 meses.

Para José Cechin, superintendente executivo do IESS, o estoque acumulado de empregos formais, que registrou crescimento em todos os setores, justifica o aumento em adesões em planos coletivos empresariais, especialmente no Estado de São Paulo. “Enquanto houver saldo positivo de empregos formais, a tendência será de crescimento em número de beneficiários nesse tipo de plano. Observamos também que apesar de registro de queda no saldo de empregos em faixas etárias mais avançadas, houve aumento no número beneficiários, o que demostra o grau de preocupação com a saúde, especialmente na idade avançada”, observou.

Clique aqui para ver Análise Especial da NAB 68 na íntegra.

Sobre o IESS

O Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) é uma entidade sem fins lucrativos com o objetivo de promover e realizar estudos sobre saúde suplementar baseados em aspectos conceituais e técnicos que colaboram para a implementação de políticas e para a introdução de melhores práticas. O Instituto busca preparar o Brasil para enfrentar os desafios do financiamento à saúde, como também para aproveitar as imensas oportunidades e avanços no setor em benefício de todos que colaboram com a promoção da saúde e de todos os cidadãos. O IESS é uma referência nacional em estudos de saúde suplementar pela excelência técnica e independência, pela produção de estatísticas, propostas de políticas e a promoção de debates que levem à sustentabilidade da saúde suplementar.

Mais informações

LetraCerta Inteligência em Comunicação

Emerson Oliveira – [email protected]

(11) 98231-8002

Vinícius Silva – [email protected]

(11) 94753-8787

Jander Ramon – [email protected]

(11) 3812-6956

Este conteúdo foi útil?