Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Idosos na saúde suplementar

Idosos na saúde suplementar

Abril 2021
Salvar aos favoritos Compartilhar

Mesmo com o avanço das complicações por Covid-19 em todas as faixas etárias, os idosos ainda são aqueles que suscitam maior preocupação. Conforme as análises mostraram, os pacientes mais vulneráveis são aqueles com 60 anos ou mais, grupo que corresponde a 14% do total de beneficiários da saúde suplementar, ou pouco mais de 6,7 milhões, conforme mostra o “Panorama dos idosos beneficiários de planos de saúde no Brasil – 2011 a 2020”, que acabamos de publicar.

O material atualiza a publicação do último ano que surgiu da necessidade de se mapear quem são os idosos beneficiários com o intuito de auxiliar o setor na criação de programas específicos para a melhor assistência desses pacientes. Como sempre reforçamos, o aumento da longevidade da população é, sem dúvida, uma grande conquista da medicina e da sociedade, mas é fundamental que todo o setor se prepare e foque em ações voltadas para o aumento da demanda pela utilização dos serviços e futuros desafios dos custos.

O panorama mostra que em 20 anos, o número de idosos (com 60 anos ou mais) em planos de saúde de assistência médico-hospitalar no Brasil quase dobrou, passou de 3,4 milhões em 2001 para 6,7 milhões em 2020.

Ao analisar por modalidade, as Cooperativas Médicas e as Medicinas de Grupo dobraram o número de vínculos de pessoas com 60 anos ou mais no período analisado. Na mesma comparação, essa população quadruplicou entre os planos empresariais e a quantidade de vínculos de indivíduos com 80 anos ou mais triplicou.

Segundo o estudo, em 2020 os idosos representavam 14% do total de beneficiários da saúde suplementar e 22% da população brasileira idosa. A publicação ainda mostra um dado curioso e importante para o futuro do segmento: quanto maior a faixa etária, maior a taxa de cobertura. O panorama mostra essa taxa é de 21% entre aqueles entre 60 e 64 anos, 22% entre os com 70 a 74 anos e 27% entre os com 80 anos ou mais.

Esses e outros dados da publicação serão apresentados em forma de pôster no Qualihosp 2021. Com 20 anos de existência, o evento é promovido pelo FGVsaúde – Centro de Estudos em Planejamento e Gestão de Saúde da FGV EAESP com o objetivo de contribuir para o debate, intercâmbio de experiências e divulgação da produção técnica e científica.

Acesse aqui e participe do evento.

Ah, não deixe de acessar o “Panorama dos idosos beneficiários de planos de saúde no Brasil – 2011 a 2020” em nossa área de estudos especiais.

Este conteúdo foi útil?