Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Nordeste e Centro-Oeste registram maiores altas de empregos na saúde

Nordeste e Centro-Oeste registram maiores altas de empregos na saúde

Maio 2022
Salvar aos favoritos Compartilhar

Seguindo a tendência de alta de contratações observada no setor da saúde no País, as regiões Nordeste e Centro-Oeste foram as que mais cresceram em vínculos de emprego. Dados do Relatório do Emprego na Cadeia Produtiva da Saúde nº 57 do IESS apontam que os estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal, registraram juntos um aumento de 1,2% nos vínculos entre de novembro de 2021 a fevereiro de 2022, somando 491.133 postos de trabalhos ocupados. Já nos estados do Nordeste, o crescimento foi maior: 1,6%. No período, a região somou 926.662 empregos.

Se levarmos em consideração a relação do número de pessoas empregadas no setor de saúde a cada 100 mil habitantes, a maior concentração de vínculos na cadeia da saúde está na região Centro-Oeste, com uma proporção de 2.765/100.000 hab. em fevereiro de 2022. Um crescimento de 5% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Na região Nordeste, esse crescimento foi de 6,8%, com 1.599 pessoas empregadas a cada 100.000 habitantes.

Os dados da cadeia da saúde vão na contramão da economia no País. No período analisado (nov/21 a fev/22), o mercado de trabalho da economia teve registro de queda de 1%.  O relatório produzido pelo IESS analisa dados dos setores público e privado.

Este conteúdo foi útil?