Sorry, you need to enable JavaScript to visit this website.

Obesidade aumentou entre as mulheres nos últimos anos

Obesidade aumentou entre as mulheres nos últimos anos

Dezembro 2021
Salvar aos favoritos Compartilhar

Um dos pontos mais importantes para o cuidado à saúde é combater o excesso de peso e a obesidade. Esses hábitos são ainda mais importantes quando levamos em conta dados recentes sobre o tema no Brasil, especialmente entre a população feminina. De acordo com o IBGE, de 2003 a 2019, a proporção de mulheres acima dos 20 anos com obesidade aumentou de 14,5% para 30,2%. Como comparativo, entre os homens a taxa passou de 9,6% para 22,8% no mesmo período.

Para Gláucia Albertoni, nutricionista especialista em Nutrição Ortomolecular e Nutracêutica, o controle de peso de acordo com a idade e a altura de cada indivíduo é fundamental para complicações à saúde. “A gente sabe que estar acima do peso, não fazer atividade física, deixa o nosso corpo em estado de inflamação, que é subclínico. Ele é baixo, mas é crônico”, afirmou durante a participação no Webinar IESS “Outubro Rosa – A saúde da mulher no centro do cuidado” – relembre aqui.

Essa mesma tendência, inclusive, já foi alertada pelo IESS em relação aos beneficiários de planos de saúde. O estudo especial “Evolução dos fatores de risco e proteção para doenças crônicas não transmissíveis entre beneficiários de planos de saúde (2008 – 2018)” revelou que a taxa de excesso de peso entre as mulheres saltou de 38,6% em 2008 para 50,8% em 2018. Já a prevalência da obesidade entre as beneficiárias foi de 11,2% para 18,9% – alta de 68,8% em 10 anos.

O aumento de ambos os índices está diretamente relacionado ao maior número de doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes e hipertensão, além de alguns tipos de câncer, entre eles o de mama – conforme o IESS mostrou. O cenário é preocupante, uma vez que os problemas relacionados ao excesso de peso não afetam apenas os brasileiros, mas os sistemas de saúde e as operadoras de planos.

Veja aqui a íntegra do estudo especial do IESS sobre o tema.

Este conteúdo foi útil?